Durante a WWDC 2016 em São Francisco, a Apple lança o App Casa (Home, em inglês), um aplicativo centralizado para o HomeKit (um pacote de desenvolvimento similar a Internet das Coisas pela Apple). Projetado para ser utilizado com iPhone, iPad e Apple Watch, o app Casa, marca o inicio da Apple em explorar um novo mercado: o mercado de Smart Home (Automação Residencial).

App Casa oferece uma maneira simples, rápida e conveniente de gerenciar todos produtos conectados em sua casa, via wireless. Como lâmpadas, fitas LEDs, fechaduras eletrônicas, companhias, câmeras, alarmes, termostatos e ar condicionados, tornando tudo isso em único sistema. Só é necessário que seu iPhone tenha o iOS 10 e um Apple TV, que servirá como um Hub para Home Kit. Você pode também definir um iPad para servir como um Hub, caso você não tenha um Apple TV.

Confira o video abaixo:

Ao se abrir o app Casa, ele traz uma tela principal que lista todas as cenas e acessórios favoritos para um acesso rápido. Cada acessório também pode ser controlado individualmente, pressionando seu nome para abrir um conjunto de opções. Com as lâmpadas Philips Hue, por exemplo, uma pressão longa ou 3D Touch vai oferecer opções para escurecimento luzes e mudanças de cores. 

App Casa permite também que acessórios HomeKit sejam configurados para executar ações com base no tempo e localização. Por exemplo, acender as luzes quando o sol se põe ou ligar o ar condicionado quando você sair do trabalho. Uma configuração muito comum nos Sistemas de Automação Residencial.

E agora?

Será isso põe fim ao nosso mercado de automação residencial no Brasil?  Claro que não.

Por mais que HomeKit seja plug-and-play ele não substitui um sistema de automação residencial, que é muito mais completo e personalizado, comparado com a nova solução da Apple. O HomeKit tem suas limitações como: somente dispositivos compatíveis com HomeKit podem ser integrados, então aquele seu dispositivo que não seja compatível ficará de fora.

Então dificilmente um cliente irá desfazer de seu sistema para migrar para solução Smart Home como da Apple. Além que o HomeKit não têm o foco de integrar equipamentos de audio e video, no seu app Casa, como os sistemas de automação residencial já fazem a anos.     

Vale lembrar que aqui no Brasil, os brasileiros não tem a mesma cultura norte americana: “do it yourself” (faça você mesmo). Aqui no Brasil estamos acostumados a pagar para que os outros fazem e instale por nós. Então não ache que a as pessoa instalaram sozinhos, seus dispositivos Home kit, quando chegarem aqui no Brasil.

A única mudança da Apple nesse mercado será em ensinar as pessoas a usar essa tecnologia, que é automação residencial. Ou seja, será na popularização de que existe sistemas que ajudam a simplificar a vida das pessoas. Não vai demorar muito, que dessas pessoas que tem o HomeKit, quererem migrar para um sistema de automação residencial. 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *